Pug – História da Raça

                                     

Pug – História da Raça

Pug – História da Raça

Acredita-se que o nome “Pug” derive do latim “pugnus”, que quer dizer “punho”, mas existe quem defenda que o nome deriva dos saguins “Pug”, macacos que eram mantidos como animais de estimação na altura.
Da China, acredita-se que o Pug se terá cedo espalhado para Tibete, onde era mantido como companhia dos monges e depois terá chegado ao Japão.
O Pug foi trazido para a Europa no século XVI, por mercadores Holandeses que começavam a dominar o comércio entre a Europa e a Ásia. A popularidade do Pug foi instantânea, sobretudo porque salvou a vida do príncipe William II, monarca holandês, quando o alertou para o perigo, ladrando para um soldado espanhol com ordens para o matar. O Pug foi nomeado o cão oficial da Casa de Orange e esteve presente na coroação do Rei William II.
A partir deste momento, a popularidade do Pug não parou de crescer na Europa. Favorito da realeza, o Pug teve ainda tempo de conquistar os artistas. Goya, pintor espanhol, representou inúmeras vezes este pequeno cão.
Hoje em dia, o Pug é uma cão cheio de potencial. Com o seu pequeno porte e boa disposição é um animal que encaixa perfeitamente no estilo de vida moderno.

Pug – Informações

  • Raça: Pug
  • Origem: China
  • Porte: Pequeno
  • Grupo: Toys cães de companhia
  • Finalidade: Cães de companhia
  • Adestramento: O número 53 em inteligência
  • Pelagem: Fina, lisa, macia, curta e brilhante. As cores são prateada, abricó-castanho ou preta.
  • Cores: Preto, dourado,prata e fulvo
  • Expectativa de vida: De 13 a 15 anos
  • Atividade Física: Baixo
  • Cuidados especiais: Ambientes arejados e passeios em horários mais frescos – o calor provoca cansaço e falta de ar
  • Personalidade do Pug: Teimoso
  • Características do Pug: Dócil
  • Cachorro para apartamento: Sim
  • Cachorro para casa: Sim
  • Preço médio de mercado: De 1.800,00 a 4.000,00

 

Pug – Comportamento – Temperamento

  • É um cão de companhia por excelência, o Pug é alegre e amoroso com todas as pessoas da casa. Como a maioria dos cães, tende a eleger um dono em especial.
  • E faz o estilo grude. É de segui-lo pela casa inteira, de esperá-lo na porta do banheiro e dormir nos seus pés.
  • Também solicita atenção e carinho. Volta e meia, se manifesta com pulinhos para ganhar um colo ou cafuné e adora aparecer com brinquedos na boca para que sua folia não seja solitária.

 

Pug – Atividade Física

  • Raça de atividade moderada para baixo, o Pug tem seu momento diários de entusiasmo, quando gosta de correr e brincar.
  • A maior parte do tempo, contudo, prefere ficar sossegado, cochilando ou observando o ambiente. Daí ser um excelente companheiro para passatempos tranqüilos como longas jornadas na frente da TV ou do computador.
  • Mas não pense que ele se recusa a convites para atividades mais intensas. Isso nunca. Entretanto, como a sua respiração não é das melhores e ele é sujeito a Hipertemia, o dono deve poupá-lo de grandes atividades físicas, principalmente se o clima estiver quente.
  • Definitivamente não se trata do cão ideal para aqueles que procuram um parceiro nos esportes.

 

Pug – Pelagem

  • O Pug precisa de muito cuidado com sua pelagem. Deve ser escovada diariamente para remoção dos pelos mortos, caso contrario cairão pela casa.
  • Solta muito pelo, principalmente no outono e primavera.
  • O Pug precisa ter as rugas da face limpas a cada três dias.
  • É importante que a parte interna de cada dobrinha não fique úmida, pois haverá risco de proliferação de fungos e ocorrer assaduras.

 

Pug – Ração e Necessidades de Nutrição

  • A quantidade de ração adequada, ideal e melhorvaria de acordo com o peso e o tamanho do animal e pode ser encontrada nas embalagens.
    Deve-se alimentar o Pug de duas a três vezes por dia e manter água à vontade.
    A qualidade da ração é fundamental para a saúde do Pug. As do tipo Premium e Super Premium são as nutricionalmente balanceadas.
  • Além de ser uma raça muito apreciada e bastante popular, o Pug apresentam necessidades nutricionais específicas.
  • Pug adulto deve ser alimentado com uma dieta equilibrada, com calorias restritas para não ganhar muito peso.
  • No Filhote de Pug a dieta durante o crescimento condiciona a saúde do cachorro na fase adulta.
  • A plena satisfação das necessidades nutricionais do cachorro em crescimento possibilita assegurar essa etapa crucial em sua vida.
  • Como regra geral, a dieta de um cachorro deve levar em conta, sem qualquer excesso ou deficiência, as características específicas da espécie canina, raça e a diversidade de tamanhos, além de sua capacidade de digerir os nutrientes de forma adequada.
  • Filhotes de Pug devem ser alimentados com uma ração de filhotes com alto conteúdo de vitaminas.

 

Pug – Cuidados com a Saúde

Vacinação

  • Vacinar seu cachorro é um ato de compromisso, e amor.
  • Além de garantir sua imunidade frente a doenças perigosas e fatais, ao vacinar seu cachorro você contribui para a saúde pública, pois algumas das doenças de cães que as vacinas previnem, como a raiva e a leptospirose são zoonoses, ou seja, atingem também os seres humanos.

 

Vermifugação

  • Vermifugaçãoem cães é uma rotina que deve ser adotada de tempos em tempos, conforme orientação de um veterinário, independentemente da presença ou não de vermes intestinais no organismo do cachorro.
  • Os vermesintestinais podem estar presentes nos cães principalmente em filhotes desde o seu nascimento.
  • A vermifugação irá auxiliar no bem-estar e na saúde do seu cão, fazendo com que ele elimine estes vermes.
  • O mesmo vermífugo utilizado para a eliminação dos vermes é também administrado como medida preventiva. Quer saber mais sobre Vermes em cães, quando e como administrar? Baixe Gratuitamente nosso E-Book!

 

: Nunca medique seu melhor amigo sem o consentimento de seu medico veterinário, em casos de suspeitas de alguma doença leve-o a um profissional mais próximo de sua residencia

Pug – Doenças mais Frequentes

Em geral, o Pug é um cachorro saudável com poucos problemas clínicos, no entanto existem algumas doenças que são diagnosticadas com maior frequência nessa raça de cachorro como as descritas abaixo, porém recomendamos que façam uma avaliação periódica com um médico veterinário de sua confiança.

Pug – Casos Clínicos

  • Problemas ocularese respiratórios são bastante comuns nesta raça. Devido ao focinho achatado, as vias respiratórias são apertadas no Pug, o que pode causar falta de ar em dias mais quentes. Nunca deixe um Pug num sítio onde não tenha acesso a sombra e água fresca.
  • Contudo, estes cães também são pouco resistentes ao clima frio e constipam-se com facilidade.
    Propensos à obesidade, a dieta destes cães deve ser vigiada de perto pelos donos.

 

Considerações Finais

Pug é uma raça de cachorro maravilhoso para família e Crianças, essa raça é recomendado para viver em apartamento. passeios diários são recomendados desde que em dias menos quentes ou creches para cães onde profissionais qualificados irão proporcionar atividades necessárias para que o cão gaste energia e sinta se mais feliz.
Lembre-se também que existem muitos cães sem raça definida com as mais variadas características a espera de um lar. Adotar um cachorro é um ato de amor.

Fontes   http://petshopportal.com/pug